quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

O Senhor Proverá

Um dos nomes de Deus no Antigo Testamento é Iaveh-Jireh, O Senhor Proverá. Esse nome revela a fidelidade de Deus na obra da providência e, especialmente, na obra da redenção. Ele é o Deus que provê, o Deus que supre as necessidades do seu povo, especialmente a maior delas: a necessidade de um redentor.


Trata-se, portanto, de um nome que traz consolo para o crente nas horas de necessidades, aflições e adversidades. É um antídoto contra a ansiedade pela vida. Nosso Deus é um Deus provedor. Se confiarmos nele, e obedecermos a sua Palavra, podemos descansar em meio às adversidades, confiando que ele está atento às nossas necessidades e jamais nos decepcionará. Ele provê até as necessidades das suas criaturas menos importantes. Os lírios não tecem e os pássaros não semeiam, mas Deus os sustenta. Que dizer de nós, que fomos criados conforme a sua imagem e semelhança (Mt 6.25-33). Busquemos em primeiro lugar o seu reino e a sua justiça, e todas as demais coisas nos serão acrescentadas (v. 33). A Bíblia ensina que nem um pardal "está em esquecimento diante de Deus", e que "até os cabelos da nossa cabeça estão contados..." (Lc 12.6-7).

O nome "o Senhor Proverá" revela mais acerca de Deus. Iaveh-Jireh aparece em Gênesis 22.13-14:

Tendo Abraão erguido os olhos, viu atrás de si um carneiro preso pelos chifres entre os arbustos; tomou Abraão o carneiro e o efereceu em holocausto, em lugar de seu filho. E pôs Abraão por nome àquele lugar - O Senhor Proverá. (Gn 22.13-14)

Esse foi o nome dado por Abraão ao lugar onde sacrificou o cordeiro provido por Deus em lugar de Isaque. Ele havia dito a Isaque que Deus proveria o cordeiro para o sacrifício, e assim o fez. O nome revela o Deus que proveria o Cordeiro que tira o pecado do mundo para ser sacrificado no lugar do seu povo. É um memorial à fidelidade de Deus como provedor da salvação para aqueles que nele confiam.

No Novo Testamento, Cristo é o pão da vida e a água viva que alimenta e sacia plenamente os que dele se alimentam com a vida eterna (Jo 6.35, 48 e Jo 4.10-11).

Paulo Anglada - Soli Deo Gloria

Nenhum comentário:

Postar um comentário