segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Sabedoria escondida*

"Quero que saibais quão grande luta tenho por vós e os em Laodicéia e todos que não viram meu rosto em carne, para serem encorajados os seus corações, tendo sido unidos em amor e para toda riqueza da convicção do entendimento, para conhecimento do mistério do Deus e Pai e do Cristo, em quem estão todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento escondidos." Colossenses 2.1-3


Toda a sabedoria, tudo que você precisa saber para conduzir sua vida em santidade, sem desviar-se do caminho estreito, está em Cristo Jesus.
Vamos analisar parte por parte, pois esse texto está cheio de lições sábias para nossas vidas.

  • Quero que saibais quão grande luta tenho por vós...
Por que Paulo começa com essas palavras? Essa expressão dá crédito a mensagem que vem a seguir. Você presta mais atenção naquelas pessoas que você sabe que se preocupam com você. Mas é preciso cuidado. Nem todas as pessoas que mostram preocupação com você têm boas intenções. Podem até mesmo algumas pessoas se preocuparem realmente com você, mas por elas não conhecerem a Cristo, não vão saber lhe orientar no caminho estreito. Tome cuidado com essas duas situações, peça a Deus discernimento.

  • ... e os de Laodicéia e todos que não viram meu rosto em carne...
Aqui Paulo fala que empenhava grande luta também por aqueles que nem tinha conhecido pessoalmente. O amor cristão ultrapassa as barreiras do conhecimento pessoal. O corpo é um só, sob uma única cabeça, o Cristo. Se você não tem compaixão pelos cristãos que você não conhece, por aqueles que estão sendo perseguidos, raramente lembra deles, a não ser quando ouve alguma pregação sobre o tema, se não empenha grande luta por eles, você ainda não entendeu o que é a igreja do nosso Senhor.

  • ... para serem encorajados (confortados, animados, consolados) os seus corações, tendo sido unidos em amor...
Uma vez que Paulo fala da grande luta que tinha por eles, agora ele sita a causa. Só unidos como verdadeira igreja é que nossos corações serão consolados do mal, encorajados a permanecer firmes na fé a espera da volta do Senhor Jesus. Enquanto houver divisões, invejas, fofocas, arrogância, soberba, enquanto não se servir ao próximo sem esperar nada em troca, e o que considero mais confrontador, enquanto não considerarmos cada um dos outros superiores a nós mesmos (Fp 2.3), não haverá plena consolação dos nossos corações.

  • ... e para toda riqueza da convicção/plenitude do entendimento...
O amor mútuo não é a única prescrição para a consolação do coração dos santos, também deve haver entendimento e união no mesmo. Como proceder sabiamente sem conhecer a vontade de Deus para cada coisa? Ainda que sem saber você acabe fazendo o certo, como que sem querer, sua motivação não será a correta, e assim seus atos estarão errados do mesmo jeito. A única fórmula correta é um conhecimento correto, com práticas corretas e com a motivação correta. Paulo declara que o amor não é mera afeição irracional.
Duas coisas ainda devem ser observadas:
1. Riqueza. O conhecimento não é algo secundário, é algo que deve ser desejado. O conformismo de "eu não gosto muito de estudar, acho que Deus não me chamou para isso" só revela que você ainda não compreendeu a profundidade da riqueza da sabedoria bíblica.
2. O termo convicção distingue a verdadeira fé de mera opinião, pois o homem que realmente conhece o Senhor é aquele que nem vacila nem duvida. Ou nas palavras de Marcos André do Sal da Terra: Homens de força e fé, que não fraquejam na tribulação.

É na riqueza da convicção que o pensar do cristão deve estar guardado, e unido na prática do amor. É o caminho dado por Paulo para consolação dos corações.

  • ... para conhecimento do mistério do Deus e Pai e do Cristo...
Depois da causa, Paulo sita agora a consequência. O mistério de Deus nada mais é do que o evangelho. Essa mesma expressão com esse uso pode ser vista em muitas outras passagens. Paulo faz aqui uma defesa de qual a verdadeira instrução, combatendo as falsas influências, como pode ser visto de forma mais clara nos versículos 4 e 8. Ainda é adicionada a expressão e Pai e do Cristo mostrando que o Pai só pode ser conhecido através do Filho, ou como bem descrito em 1 Jo 2.23 "Todo o que nega o Filho nem mesmo o Pai tem."

  • ... em quem está todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento escondidos/ocultos.
Poucas afirmações são tão profundas como está: De que toda a sabedoria está em Cristo. Assim é completa loucura você tentar buscar qualquer instrução espiritual longe de Cristo. Não existe qualquer outra maneira de viver. E a forma em que está oculta pode ser entendida pelas palavras também de Paulo em 1 Co 1.18 "Com efeito, a mensagem da cruz é loucura para os que vão se perdendo". Simplesmente a cruz.

Ficam algumas perguntas com relação ao verdadeiro caminho de sabedoria, em resumo do tudo que vimos.

  1. Você se considera parte do rebanho de Cristo?
  2. Você tem valorizado a comunidade em que congrega? Ou tem faltado e chegado atrasado por pouca coisa? Você tem se esforçado para aumentar a comunhão com todos ou resolveu parar onde lhe é mais confortável? Isso nunca foi empenhar grande luta como sugere Paulo.
  3. Você tem dado a devida importância aos seus líderes espirituais (pastores, presbíteros, aos mais maduros na fé e principalmente aos pais) ou tem recorrido primeiro aos seus amigos para se aconselhar. Amigos que tem praticamente sua mesma idade, sua mesma experiência e está com a vida tão embananada quanto a sua. Onde você está indo buscar sabedoria?
  4. Seus pensamentos tem sido mais influenciados pela Palavra de Deus ou pelo seu estudo secular, pela sua série preferida, pela novela que você não perde, pelo Rafinha Bastos, pelos 140 caracteres do Twitter, pelos jogos online? Nenhuma dessas coisas é pecado em si mesma, mas quando elas passam a guiar sua vida então você passa de sábio para tolo.

A humanidade tem evoluído muito em inteligência e muito pouco em sabedoria.


*Esboço do sermão pregado na Igreja Presbiteriana de Campina Grande, em  3 de setembro de 2011 por Uian Sol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário