quinta-feira, 2 de junho de 2011

Uma simples cana quebrada

"Não esmagara a cana quebrada, nem apagará a torcida que fumega, até que faça vencedor o juízo. E, no seu nome, esperarão os gentios." Mt 12.20-21

O que devemos entender com as expressões "cana quebrada" e "torcida que fumega"? Sem dúvida alguma, a linguagem do profeta é figurada. O que significam essas duas expressões? A explicação mais simples parece ser que o Espírito Santo estava aqui descrevendo pessoas cuja graça no momento é fraca, cujo arrependimento é débil, e cuja fé é pequena. Para com tais pessoas, o Senhor Jesus Cristo mostrar-se-á muito terno e compassivo. Embora a cana quebrada seja frágil, não será esmagada. Por menor que seja a torcida que fumega, não será apagada. Esta é verdade permanente no reino da graça divina, que uma graça fraca, uma fé fraca e um arrependimento fraco são todos preciosos aos olhos de nosso Senhor. "Deus é mui grande, contudo a ninguém despreza" (Jó 36.5).

Há fogo em uma fagulha, tanto quanto nas chamas mais ardentes. Mesmo o menor grau de graça divina é uma possessão que dura para sempre. A graça divina nos vem do céu, é preciosa aos olhos de nosso Senhor. Jamais será rejeitada.

J. C. Ryle - Meditações no Evangelho de Mateus

Nenhum comentário:

Postar um comentário