sábado, 30 de abril de 2011

Uma devocional de Rei

Há três homens na Bíblia que aparecem muito rápido. Todo mundo os conhece mas quase ninguém lembra deles durante quase o ano todo. Você vai descobrir que pode aprender muito com os conhecidos (o texto não diz que eram reis):

"Os Três Reis Magos"

Leia Mateus 2.1-12

O que podemos aprender com essa história?

1. Pode haver verdadeiros servos de Deus nos lugares onde menos esperamos
O texto nos dias que esses homens vieram do Oriente. Não sabemos onde era exatamente, nem como ficaram conhecendo o Deus de Israel para virem adorar ao Rei, mas percebemos que Deus pode levantar servos e adoradores dos lugares mais inesperados. A graça divina não se limita a lugares e a famílias.

2. Nem sempre os que desfrutam dos maiores privilégios religiosos são os que mais honram a Cristo
Poderíamos pensar que os sacerdotes e escribas seriam os mais apressados a ir a Belém conhecer o Messias quando os rumores se espalharam por toda Jerusalém. Eles que tanto conheciam das Escrituras. Porém não foi isso que aconteceu. Alguns estrangeiros, vindos de alguma terra distante, foram os primeiros a se regozijarem com o nascimento do menino Jesus, se não quisermos mencionar os pastores referidos por Lucas.
Com muita freqüência as pessoas que vivem mais perto dos meios de graça divina são justamente aquelas que mais os negligenciam.

3. Pode haver um conhecimento meramente intelectual das Escrituras, sem o acompanhamento da graça divina no coração
Os sacerdotes e escriba responderam prontamente quando Herodes perguntou sobre "onde o Cristo deveria nascer", mostrando que estavam bem familiarizados com as Escrituras. Entretanto eles mesmos nunca foram a Belém, em busca do Salvador que estava para nascer. Também não quiseram acreditar nEle, quando Ele começou a ministrar entre o povo.
Cuidemos para nunca nos satisfazermos somente com um conhecimento mental. Qual é o estado do seu coração hoje?

4. A conduta dos magos é um grande exemplo de diligência espiritual
Quantas inconveniências e canseiras devem ter-lhes custado a viagem, desde a sua pátria distante até a casa onde o menino Jesus foi encontrado. O tempo, os perigos e os incômodos de viajar naquele tempo eram bem maiores que hoje. No entanto, nenhuma dessas coisas fez os magos desistirem. Depois de partirem, não descansaram até que encontraram o menino Jesus.
Quanta diligência você tem mostrado em seguir a Cristo? Onde está sua abnegação?

5. Um notável exemplo do fé
Eles confiaram em Cristo mesmo antes de tê-lo visto. Creram nEle mesmo depois que os sacerdotes e escribas demonstrarem a sua incredulidade. Não viram Ele fazer nenhum milagre. Não escutaram do seu ensino. A ninguém viram senão a um menino ainda pequeno, fraco e impotente, necessitado dos cuidados maternos. E mesmo quando O viram só como uma criança, nos joelhos de Maria, O adoraram como a um Rei. Poucas vezes na Bíblia podemos ver uma fé tão robusta como a desses magos.
Não dispomos de muitas mais evidências de que os magos dispuseram, para crer que Jesus é o Salvador? Não há dúvida que temos. Conhecemos toda a obra e ensino de Jesus. No entanto, onde está a nossa fé?

* baseado em Meditações do evangelho de Mateus - J. C. Ryle

Nenhum comentário:

Postar um comentário