sexta-feira, 15 de abril de 2011

O que é evangelizar... doutrinas que você precisa conhecer! 02


A Doutrina de Deus, do Filho e do Espírito Santo.

Quem Deus é? Quem o Filho é? Quem o Espírito Santo é? Muitos não querem aprender sobre a doutrina de Deus, o que é lamentável. As pessoas não sabem quem é Cristo e querem falar sobre Ele – como?

A doutrina de Deus e da Santíssima Trindade precisa ser mais estudada por nós, pois quando evangelizamos falamos sobre o que Eles são. Poderíamos dividir da seguinte for o que Eles são:

1. Atributos não comunicáveis: Imutabilidade (não muda), Onisciência (é dEle todo o conhecimento), Onipresença (Ele está em todos os lugares) e Onipotência (é dele todo o poder).

2. Atributos comunicáveis (ou morais): Santidade, Retidão, Justiça, Bondade (amor) e Verdade.

3. A essência de Deus: Espiritualidade, auto existência, Imensidão, Eternidade e Perfeição.

O Breve Catecismo diz na 4º pergunta o seguinte: “Deus é espírito, infinito, eterno, imutável, em seu ser, sabedoria, poder, santidade, justiça, bondade, verdade”.

Jesus Cristo, por tanto, é aquilo que Hb 1: 1-4 nos diz: é a expressão exata do ser de Deus. Jesus é Deus de Deus, o Filho Unigênito de Deus, o eternamente gerado do Pai. Economicamente é subordinado ao Pai na execução da obra remidora. Ele é uma pessoa só em duas naturezas. A pessoa é Jesus Cristo e as duas naturezas vocês já conhecem, humana e divina.

Jesus Cristo, como falei, veio executar o plano do Pai, determinado na eternidade. E somente por meio dele os eleitos poderiam ser salvos (Ef 1: 1-14). Quando Jesus Cristo veio morrer pelos nossos pecados sua morte foi eficaz, ou seja, Ele não veio morrer em vão. O sacrifício de Cristo foi especificamente feito pelos eleitos – Ele os substitui mesmo; por isso Jesus, salvadoramente, só amou aqueles que o Pai lhe deu. O Espírito Santo sendo Deus também, é aquele que na economia divina está subordinado ao Pai e ao Filho, pois ambos o enviaram para convencer o homem, ou seja, abrir os olhos dos homens quanto ao estado pecaminoso e de condenação em que se encontra os homens. Ele convence, é claro, os seres humanos usando a Palavra de Deus que por nós deve ser pregada (É o Espírito Santo que também nos instrui nesse quesito). A Escola do Espírito é a Palavra de Deus, não a nossa. Além disso Ele é o que preserva os homens nessa condição de salvos até aquele dia em que os anjos do Senhor só livrarão os que estiverem selados pelo Espírito Santo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário