segunda-feira, 11 de abril de 2011

"homens dos quais o mundo não era digno" 01 George Müller

George Müller (1805-1898) foi diretor de um orfanato na Inglaterra que cuidou de 10.024 crianças. Ele também estabeleceu 117 escolas para fornecer educação cristã para mais de 120.000 crianças, muitas delas órfãs.

Seu orfanato tinha uma característica lembrada até hoje. Todos os recursos vinham de Deus, ele nunca pediu nada a ninguém a não ser a Deus em oração. Ele afirma ter tido mais de 50 mil orações atendidas.

Um homem que dependeu profundamente da providência de Deus. Como eu gostaria de ter intimidade com Deus como esse gigante da oração!


A primeira refeição do dia - George Müller

Deus me ensinou que a primeira coisa que eu deveria ocupar-me todos os dias era alegar meu espírito no Senhor. Minha primeira preocupação não deveria ser a procura de maneiras para servi-Lo e glorificar Seu nome, mas, sim, de meios para alegrar meu espírito e alimentar meu ser interior. Se eu não estiver alegre no Senhor, sendo alimentado e fortalecido interiormente a cada dia, posso estar com um espírito errado ao pregar a mensagem de Cristo aos incrédulos, ou edificar os crentes ou aliviar os aflitos, ou ao fazer qualquer outra coisa que faço como filho de Deus.
 
Antes de entender isso, e durante dez anos, eu tinha o hábito de começar a orar assim que me levantava de manhã. Mais tarde, porém, compreendi que a coisa mais importante era ler a Palavra de Deus e meditar nela. Assim fazendo, eu me sentia reconfortado, estimulado, disciplinado, instruído e admoestado. A meditação na Palavra de Deus era a porta pela qual eu entrava numa profunda comunhão com Deus.

10.000 crianças e uma vida de oração e leitura da Palavra.


*http://en.wikipedia.org/wiki/George_M%C3%BCller#Theology
*http://www.flickr.com/photos/brizzlebornandbred/3226492428/

Nenhum comentário:

Postar um comentário